sábado, 9 de abril de 2011

Sobre mudanças e plenitude de vida

Você já passou pelo desejo de mudar, mas sua realidade ainda insistia em te dizer que não é possível, que não vai conseguir? Você já desistiu de mudar tudo o que queria (e precisava) e se contentou em mudar apenas o que é mais fácil? Já deixou pra lá uma mudança importante? Se sim, valeu a pena?

Somos limitadíssimos para algumas coisas, muitas vezes castramos nossos sonhos, nos contentamos em viver de forma medíocre, bem diferente do que Deus quer pra nós. Outras vezes empacamos nossa vida numa espera desnecessária, numa passividade que tenta tirar de nós uma responsabilidade que é nossa. Ela só tenta, mas nunca vai conseguir tirar esta responsabilidade.

Existem momentos que a coisa que a gente mais tem que pedir a Deus é que Ele abra nossos olhos pra enxergarmos tudo aquilo que precisa ser mudado em nós e também nos incomodar, nos perturbar mesmo, para que busquemos um processo de mudança profunda. Juntamente com o incômodo precisamos de sabedoria para saber tratar cada detalhe a ser mudado, senão de nada adiantará.

Por vezes me sinto num "mato sem cachorro", olho pra trás e vejo um passado tão vazio, tão mal vivido que penso "porque me permiti viver assim por tanto tempo?". Olho pro presente e vejo uma realidade nada animadora, fruto do que plantei no passado, olho pro futuro e me vejo incapaz de construir tudo que não fiz até então, de recuperar o tempo perdido. A única certeza sobre o meu futuro é que, sem uma intervenção divina, ele será uma repetição do passado.

"Quando eu sou fraco é que sou forte", já dizia o apóstolo Paulo. Palavras como esta devem inundar nosso ser quando a gente precisa vencer nossos "gigantes". Por mais pequenos e incapazes que nós sejamos, por mais abatidos e presos que estejamos, devemos nos lembrar que a força da qual precisamos pode ser suprida por Deus, só precisamos buscar. O Senhor se agrada em nos ajudar em nossas fraquezas, Ele quer nos capacitar a termos uma vida plena Nele, uma vida plena com nossos irmãos e conosco mesmos, a nossa força deve vir Dele.

O Senhor é muitíssimo bom, Sua misericórdia é incrível e Seu amor é imensurável, pena que muitas vezes esquecemos que Ele é o nosso pastor e quer cuidar de nós. Preciso sempre me lembrar de que minha "incapacidade" não quer dizer absolutamente nada quando Ele entra na batalha em meu favor. Não viemos a este mundo por acaso, não fomos escolhidos por sorteio. Não somos obra imperfeita (apesar de imperfeitos), nem vamos permanecer inacabados pra sempre. Deus começou a boa obra e vai terminar, Ele vai terminar porque Ele assim quer e sua vontade é soberana e graciosa. Ele quer nos transformar por completo, precisamos crer nisto de verdade.

Seria um bom estímulo pensarmos em o que faria Jesus se Ele fosse a gente, como será que Ele escolheria viver a nossa vida? Será que temos vivido de uma forma que Ele pode usar todo nosso potencial em favor do Reino? Será que vivemos a plenitude de vida que Ele quer pra nós? Será que não temos limitado o amor Dele em nós? Será que estamos frustrando os sonhos que Ele tinha pra nós tão somente se abríssemos nossos olhos? Será que Cristo vive mesmo em nós? Nós fomos chamados com um propósito: viver em Cristo, mas nossas dificuldades em lidar com a própria existência, o nosso eu, impedem que Ele viva plenamente em nós.

Que o Senhor possa viver em mim e em você de uma forma plena e que o amor Dele seja visto e revelado em nossas vidas.

2 comentários:

  1. em 2012 estamos vivendo o ano da plenitude e eu sinceramente espero viver essa vida plena, que Cristo esteja plenamente em mim!
    essa palavra está perfeita para o meu momento, parabéns!

    ResponderExcluir

Olá, se quiser fazer um comentário fique à vontade!
Me resguardo no direito de avaliar o conteúdo antes de publicar, bom senso nunca é demais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...